04 janeiro 2015

Produtos Sustentáveis


Opa, primeiro post do ano e vamos falar de produtos sustentáveis, quem são eles?

Produtos sustentáveis são aqueles que:
apresentam algum benefício ao meio ambiente, seja o uso de uma embalagem reciclável ou uma tecnologia de economia de energia;
- utilizam matérias-primas naturais e biodegradáveis;
- utilizam um processo de produção mais limpo, com reaproveitamento de sobras e resíduos, baixo consumo de energia e água;
-geram renda para cooperativas, artesãos ou comunidades de baixa renda também são considerados sustentáveis.

Outro fator importante é a Análise do Ciclo de Vida (ACV) na fabricação do produto, que avalia os impactos ambientais desde a extração dos recursos naturais para fabricação de matérias-primas até o uso e descarte do produto pós-consumo. A ACV pode ser utilizada, por exemplo, para:
- Desenvolvimento e melhoria de um produto;
- Definição de planejamentos estratégicos e políticas públicas;
- Gestão de impactos ambientais de produtos e serviços;
- Marketing ecológico responsável.

Uma forma de controle para o consumidor são os selos verdes. 

Para  papel, madeira e outros produtos de origem florestal existem os selos FSC e CERFLOR que atestam os produtos oriundos de florestas plantadas ou de áreas de florestas nativas com manejo responsável.


O PROCEL, que aparece nos eletrodomésticos, comprova se um produto economiza energia. E o CONPET atesta o uso eficiente do gás.






O SUSTENTAX  tem como função ajudar os consumidores na identificação de produtos, materiais, equipamentos e serviços sustentáveis.
O SELO VERDE é a certificação de produtos adequados ao uso que apresentam menor impacto no meio ambiente em relação a outros produtos comparáveis disponíveis no mercado.

Conhecer a origem de um produto, o histórico ambiental da empresa que o produz e as matérias-primas utilizadas no processo de produção são, ao mesmo tempo, um direito e um dever do consumidor consciente. Saber se um produto que consumimos é sustentável ajuda na batalha diária pela preservação dos recursos naturais, tão necessários à nossa sobrevivência no planeta. E torna o ato de consumir muito mais engajado e sintonizado com as demandas de nosso tempo.
Leia os rótulos, a composição do produto e fique atento as picaretagens de "selos verdes" emitidos pelo próprio fabricante.

Abraços e até o próximo!

30 dezembro 2014

Retrospectiva 2014 ...

Então, depois de 6 meses de muitas mudanças, trabalho e novos projetos... voltei!

Este ano não foi nada fácil. Tenho a impressão que nem o vi passar! Mas passou, e o que tenho para dividir com vocês (de onde eu parei...) foi o seguinte:

Em junho fomos para a 21º FEICOOP - Feira Internacional do Cooperativismo  em Santa Maria debater ações possíveis entre as incubadoras solidárias do Estado. Com direito a "aurora festiva!"
Casa da Economia Solidária do Vale do Sinos.

Em julho fizemos o lançamento do livro que reuniu o trabalho realizado pela Incubadora de Empreendimentos Solidários no Tecnosocial / Unilasalle que tem como título Economia Solidária e Incubação: uma construção coletiva de saberes.
Alguns autores do livro.
 Em agosto e setembro participamos do I Seminário Nacional de Economia Solidária e Tecnologia Social SENEST com o resumo "UNIFORÇAS: desafios que permeiam a construção e formalização do empreendimento" em Ponta Grossa e da V Conferência Internacional de Psicologia Comunitária em Fortaleza com o trabalho "Intervenção Psicológica e Psicopedagógica em Cooperativas de Reciclagem: realidade e desafios" (fotos).



Em outubro, na X SEFIC, Semana Científica do Unilasalle apresentei a primeira versão do meu projeto de mestrado com o título: "Percepção de saúde e ambiente: um estudo com catadores de cooperativas da região do Vale do Rio dos Sinos" e a exposição "Promoção à saúde da mulher em uma cooperativa de reciclagem no município de Canoas/RS" com as fotos já apresentadas aqui no blog.


Ainda em outubro, a turma do mestrado se vestiu de rosa para alertar sobre o câncer de mama.
Muito legal!

Em novembro participei da III Jornadas Mercosul com o seguinte artigo "O catador como agente de transformação ambiental: percepções de trabalhadores de uma cooperativa de reciclagem no município de Canoas/RS". 
A turma do mestrado também acabou conhecendo e se apaixonando pelo trabalho realizado pelos catadores. Houve até uma ação de promoção a saúde e segurança no trabalho.


Em dezembro foi o mês da qualificação, ufa! Sobrevivi para seguir em frente e cheia de novas ideias para o projeto.

Bom, entre visitas às cooperativas, participação em Fóruns de Economia Solidária e dos Recicladores, projetos e ações junto a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, resumos, artigos, trabalhos, projeto, envio para CEP, leituras, arruma de novo, refaz todo o projeto... este ano também teve muitos dilemas...

Cair na real e seguir em frente foi um deles (adoro esta charge! hahaha).

Enfim, ano corrido, cheio de mudanças, com muito trabalho mas também de muitas conquistas.

Peço desculpas pela ausência com um desejo e meta para 2015: voltar a blogar!

Beijinhos e até a próxima postagem!

23 junho 2014

O Tamanho do Mundo em POA

Vik Muniz, o artista plástico que criou o documentário "Lixo Extraordinário" (mara! ....olhei ele neste feriadão, confesso que não tinha interesse ou tempo de olhar, mas fiquei muito emocionada, encantada... trabalho maravilhoso!)  está com a exposição " O Tamanho do Mundo" no Santander Cultural em Porto Alegre até o mês de agosto.
 Vale a pena conferir... programa certo para os próximos finais de semana!

Informações:  Vik Muniz – O Tamanho do Mundo
*Visitação: iniciou em 21/05, de terça a sábado, das 10h às 19h, domingo e feriado, das 13h às 19h. Até 10 de agosto. Gratuito.
Santander Cultural (Praça da Alfândega, 1.028), em Porto Alegre, fone (51) 3287-5500.Onde estacionar: na Siqueira Campos, é permitido estacionar na rua. Também há estacionamentos pagos na região.
*A exposição: apresenta um panorama da trajetória de 25 anos do artista brasileiro, com cerca de 70 obras entre esculturas, objetos e fotografias. Também há uma sala com vídeos e outra com livros.

Eu fui conferir e adorei!
Beijinhos e até a próxima!

22 junho 2014

Projeto Mulher na Coopcamate!


Olá galera! Saudades de escrever no blog, mas está tudo tão corrido... Enfim, voltei para compartilhei com vocês a ação de promoção à saúde na COOPCAMATE (Cooperativa dos Catadores de Material Reciclável de Canoas Ltda). Esta cooperativa está localizada no bairro Mathias Velho e no momento tem 26 cooperados que trabalham diariamente na preservação do meio ambiente através da coleta seletiva e retirada dos resíduos sólidos que poluem nosso planeta.


 No dia 23 de maio, o Instituto Embelleze Canoas visitou a cooperativa e realizou um dia de embelezamento com corte de cabelo, escova, design de sobrancelha e maquiagem. Após todas ficarem lindas e com uniformes novos, fomos até o Parque Capão do Corvo onde a fotógrafa Lúh Oliveira fez uma sessão de fotos com as cooperadas! O resultado foi demais!

As fotos renderam um calendário para cada cooperada e no dia 08 de julho, uma exposição no Unilasalle Canoas (depois coloco o convite aqui no blog)...


Também em parceria com o Posto de Saúde União, a Enfermeira Elisa fez uma roda de conversa "Chá com Informação", para falar da importância do cuidado com a saúde, realização de exames preventivos e conseguiu realizar marcações de consultas e encaminhamentos para especialistas.


A ação foi um sucesso! A Incubadora de Empreendimentos Solidários do Unilasalle foi grande parceira e pretende promover esta atividade nas demais cooperativas incubadas!


E vai o vídeo para mostrar as fotos lindas que a Lúh produziu! Bjos e até a próxima!

video

Convite para a Quinta Científica ABPp

Convite galera!
Palestra sobre o meu trabalho com catadores... Uma conversa sobre as possibilidades de intervenções psicopedagógicas em cooperativas de reciclagem!

Espero vocês lá!

13 maio 2014

Projeto AES Sul Recicle Mais, Pague Menos - uma ideia para a semana do meio ambiente!

Você conhece o projeto da AES Sul Recicle Mais, Pague Menos?
Recicle Mais, Pague Menos 

O Recicle Mais, Pague Menos busca arrecadar até 2014 mais de 3.105 toneladas de materiais recicláveis e contribuir com o orçamento de pelo menos 90 mil famílias de baixa renda.
Como funciona - o cliente leva os materiais até um posto de coleta e faz o cadastro a partir do Código de Cliente. Os resíduos são pesados e os créditos somados, creditados na próxima fatura de energia elétrica. Em cada pesagem é emitido um comprovante de modo que possa ser controlado pelo cliente. A remuneração por cada tipo de material segue valores de mercado. Não há limite de volume, o que possibilita ao cliente inclusive zerar sua conta.
Todos os clientes residenciais das distribuidoras também podem participar desde que levem os resíduos até o posto de coleta. Os itens aceitos no projeto (metal, papel, plástico, vidro e tetra-pak) são amplamente divulgados, pois seguem parâmetros de viabilidade de reciclagem. Os postos de coleta podem ter dois formatos: uma tenda (volante) e um contêiner (fixo), ambos têm a mesma estrutura de atendimento.

Atenção para os postos de coleta:

Canoas: Posto de Coleta Praça São Pio X
Avenida Rio Grande do Sul, 400, praça São Pio X, bairro Mathias Velho, Canoas/RS.
Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.
Posto de Coleta Lar da Solidariedade (Casa Amarela)
Rua XX, 166, Bairro Guajuviras, Canoas/RS
Horário de funcionamento: Terças e quintas-feiras, das 9h às 16h
 
São Leopoldo: Posto de Coleta Rissul Feitoria
Avenida Integração, 1383, Bairro Feitoria, São Leopoldo/RS, no estacionamento do supermercado Rissul.
Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 8h30min às 16h30min. 
Fonte: Site da AES Sul 

 Olhem que bacana o projeto que a EMEF Olímpio Vianna Albrecht (onde cursei da 2ª a 5ª série do ensino fundamental) está realizando com seus alunos: cada aluno que leva seus resíduos sólidos para reciclagem no posto de coleta da Feitoria recebe pontos para gincana da escola!


26 abril 2014

Micro férias: conhecendo Foz do Iguaçú

Olá gente!Com a correria do Mestrado, trabalho novo e muitos projetos ando meio em falta com vocês que acompanham o blog... mas voltei! E para contar (mostrar) sobre o lugar maravilhoso que fui conhecer: Foz do Iguaçu!
Algumas postagens atrás escrevi um pouco sobre esta que é uma das 7 maravilhas do mundo e podem acreditar, é maravilhosa mesmo! Lembram ... Maravilhas brasileiras.
Bom, quero dividir com vocês as paisagens perfeitas que conheci...

Parque Nacional do Iguaçu ( R$ 29,20*) - Quem vai para Foz do Iguaçu não pode deixar de conhecer o parque e se maravilhar com as quedas de até 80 metros de altura, alcançando uma largura de 2780 metros. Sua formação geológica data de aproximadamente 150 milhões de anos, porém a formação do acidente geográfico das cataratas se iniciou a aproximadamente 200 mil anos. Lugar lindo, mágico onde a gente se pergunta como a natureza é tão perfeita...






 Demais! E no meio da trilha demos de cara com estes dois habitantes do parque:





Macuco Safari (R$ 175,00*) - O Macuco Safari fica dentro do Parque das Cataratas mesmo. Neste passeio você anda de barco até bem próximo das quedas. Uma aventura molhada! Sugestão: leve uma roupa extra, não adianta usar capa de chuva neste passeio.


Parque das aves (R$20,00*) - É um passeio imperdível! Os animais são lindos e muito bem cuidados (apesar do cativeiro mas...enfim...). Nos viveiros você fica bem pertinho das aves e no final do passeio, a arara Lara te espera para tirar uma foto de recordação. Amei! Até fiz amizade com um papagaio que dava muitas risadas!








 

Itaipú Binacional (R$ 68,00*) - O passeio especial em Itaipú nos leva para conhecer toda a usina. O passeio tem duração de 2h e 20min onde vamos em um ônibus conhecer a parte externa e depois com dois guias vimos toda a estrutura interna. 



 
Templo Budista (grátis) - O templo é realmente lindo! Tranquilo com paisagens para render belas fotografias...





Não faz parte da paisagem mas, a Churrascaria Rafain (R$ 70,00) é um bom programa para a noite: o jantar é maravilhoso, uma delícia e o show traz diversas atrações de alguns países da América Latina apresentando danças típicas e conta com a participação do público, amei!


E para finalizar ficamos no Hostel La Comunidad, super indico! O pessoal é muito bacana, altas risadas e pegadinhas entre Grêmio e Boca...hahaha
 
Bom gente, minha viagem foi demais, até aproveitamos para passar a fronteira e fazer umas comprinhas no Paraguai...
E você conhece Foz do Iguaçú? Gostaram do passeio? Alguma dica posta ai!

*valores por pessoa.