11 janeiro 2017

Lama no Rio dos Sinos

Por que isso acontece e por que temos que ter paciência e aguardar?




Então, estou lendo muitas postagens em redes sociais sobre a situação do Rio dos Sinos, que é inédita, e que por isso, quem sabe.... as pessoas estão um pouco desorientadas...

Sabemos que na semana passada (dia 05 de janeiro, quinta-feira), uma forte chuva chegou ao estado, RS,  e atingiu os municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre. Rolante foi o município mais atingido onde 70% da cidade ficou embaixo d'água (mesmooo!)... Com desmoronamentos causados pela forte correnteza, desvio do curso do rio, quantidade excessiva de água... sabemos que Rolante é um município mais alto (800 metros acima do nível do mar, enquanto Canoas, foz do Rio do Sinos, tem apenas 8 metros acima do nível do mar) e toda a matéria orgânica (terra, areia, árvores...) iria descer de alguma forma... O nome deste fenômeno chama-se assoreamento.

Lembram do desastre em Mariana/MG? Então, até os dias de hoje o Rio Doce ainda se recupera de tal evento (porém de responsabilidade antrópica- atuação humana). O Rio dos Sinos levará cerva de no mínimo 7 dias (pela quantidade de matéria orgânica) para se restabelecer... Fenômeno natural para um estado, como o nosso, que tem este tipo de comportamento: calor enorme e temporais que castigam!

O incômodo da falta de água é imenso, sabemos! Mas ele será sanado logo... E Mariana? Já pararam para pensar? Rolante foi devastada! Mariana foi apagada!

E isso foi causado de forma "natural". Agora pensem quando este Rio dos Sinos agonizar e morrer de vez pela quantidade de poluentes que tem? Sua água não será estabelecida! Repense suas atitudes! Trate seu esgoto! Faça e apoie a coleta seletiva! Antes que este caos tome conte de vez da nossa rotina...

Até a próxima!

27 dezembro 2016

Dica de leitura "Tião: do lixão ao oscar"

A dica é o livro do querido Tião!

"Tião: do lixão ao oscar" traz sua trajetória de vida em cinco partes. Como era a vida no lixão, a organização da associação, primeiro emprego, a vida em uma periferia com violência, tráfico e perdas, e por último, a experiência de ser pai.



Está a venda no valor promocional na Livraria Cultura. Corre lá! E aproveita este período de férias para ler um bom livro...

Bjos e até a próxima!

24 dezembro 2016

Alegrias de fim de ano...

Mais um ano acabando e fechamos com momentos felizes!

Sexta, dia 23 de dezembro, foi o dia de confraternizar com as cooperativas de reciclagem...

Dia de refletir o trabalho realizado e planejar 2017!


Dia de visitar a Cooperativa Coolabore de Novo Hamburgo e agradecer pela participação no livro que a cada dia me enche de orgulho!

Valeu galera! Nos vemos em 2017!

08 dezembro 2016

Dissertação para acessar!

Olá galera!



Minha dissertação intitulada "Qualidade de vida e perfil socioeconômico de profissionais catadores de quatro cooperativas de resíduos sólidos da Região Metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil" está disponível online na Biblioteca do Unilasalle!

Segue o link! Acessa lá!

Dissertação da Daia!

Bjos! Até!

02 dezembro 2016

"Recicladores de histórias, catadores de sorrisos" na 7ª Expocatadores em Belo Horizonte



 Olá galera! Voltando da 7ª edição da Expocatadores preciso compartilhar  o que rolou por lá... O evento este ano foi realizado em Belo Horizonte, no Centro Mineiro de Referência em Reciclagem nos dias 28, 29 e 30 de novembro.

Eu, Alex Cardoso (representante do MNCR no RS) e Joice

Primeiramente, foi o evento mais incrível que tive a oportunidade de participar! Foi lindo mesmo! Para quem estuda, trabalha, abraça a causa ou quer compreender o trabalho realizado pelos catadores e catadoras do Brasil, a Expocatadores é o lugar!

O evento teve uma programação incrível, com palestras, oficinas, desfile, marcha, intervenções culturais, exibição de documentários... completo! E a participação dos catadores e catadoras então??? Um espetáculo a parte! Sabe quando percebemos o protagonismo das pessoas? É... lá eles foram protagonistas! Participaram, cantaram, debateram, questionaram e mostraram como se faz um evento de verdade!

Tive a oportunidade de conversar com as mulheres catadoras líderes de quatro estados, histórias lindas, cheia de luta e de trabalho. 

Saí de lá com saudades! Com vontade de encurtar 2017 para chegar a 8ª edição bem rapidinho!

Vou tentar compartilhar tudo (o que consegui registrar) aqui...

Teve lançamento do livro "Recicladores de histórias, catadores de sorrisos", com direito a muita troca de experiências, oportunidade de conhecer o trabalho realizado em vários estados e até fora do Brasil!




Teve a exposição, que ficou disposta no auditório principal e pode ser prestigiada por todos os participantes.


Teve feira de Economia Solidária... nem preciso dizer que fiz várias comprinhas... Os produtos eram confeccionados a partir de resíduos sólidos.


Teve tietagem com o Tião e a entrega do livro para este catador que já é conhecido pelo mundo inteiro!


E teve algo que o povo mineiro esbanja de sobra: alegria! Nossa, uma acolhida linda e animada feita pelo Coletivo MundiCá! Uma energia incrível!


E a decoração? Um espetáculo! Tudo pensado nos detalhes...


 

Foram três dias de muito aprendizado e alegrias que recarregaram minhas energias para entrar em 2017 com o pé direito e ainda mais certa da escolha que fiz em conhecer, trabalhar e pesquisar o trabalho realizado por estes profissionais incríveis!

15 novembro 2016

VII Seminário Água para a Vida


Nesta semana, dias 17 e 18 de novembro acontece o VII Seminário Água para a Vida no Unilasalle Canoas. O evento é gratuito e com inscrições no local. Uma realização do Pro-Sinos e Fórum da Sub-bacia do Arroio Sapucaia.

No segundo dia, participarei do painel "Prática em Educação Ambiental". Segue a programação:



06 novembro 2016

Livro "Recicladores de histórias, catadores de sorrisos" na TV Feira do Livro em Porto Alegre

No dia 06 de novembro, participamos do Programa Ponto a Ponto da TV Feira do Livro falando um pouquinho sobre a construção da obra, projetos futuros e sobre a atuação dos catadores. Márcia Oliveira, catadora participante do projeto e cooperada da Cootre de Esteio, falou sobre o Movimento Nacional dos Catadores e sobre a importância da participação da população na coleta seletiva.



Acesse e confira a entrevista completa na TV Feira do Livro.