01 março 2016

Dia Mundial do Catador

Hoje é o dia deles! Dia Mundial do Catador!

Fotografia: Pedro Tesch 


O que é lembrado no Dia Mundial do Catador?

Neste dia, foi criado o Primeiro Encontro Internacional de Catadores, que reuniu 34 países na Colômbia em 2008 em memória da tragédia nesse país, onde cerca de 10 trabalhadores foram mortos dentro de uma universidade. Os Catadores foram enganados por pessoas da Universidade Livre de Barranquilla, convidando-os a juntar-se estas unidades para a entrega de reciclagem de materiais. Uma vez lá dentro, foram espancados até a morte com paus e tiros para venderem seus corpos para pesquisa e tráfico de órgãos. A situação trágica foi relatado para a polícia por uma sobrevivente que após o ataque fingiu estar morta e fugiu para denunciar. Isto é o que hoje reúne os recicladores do mundo como base, o que demonstra claramente a vulnerabilidade da profissão e da urgência da formalização deste importante trabalho.


Amanhã, dia 02 de março na Assembleia Legislativa de Porto Alegre a Audiência Pública: Resíduos sólidos e geração de energia. Participe!



Saiba mais sobre o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis acessando AQUI!

Fonte: MNCR  

13 fevereiro 2016

App Sem Dengue

O App "Sem Dengue" é um aplicativo para você fazer o registro através de fotografia de um local com foco do mosquito Aedes aegypti. A sua notificação fica registrada nos ponto do mapa e assim, colabora com as ações do poder público.

                                                     Todos contra o mosquito!

12 fevereiro 2016

Guia Pedagógico do Lixo


Mais um material para consulta de temas e atividades 
 em Educação Ambiental!

 

Férias e as belezas naturais das serras gaúcha e catarinense

Dividindo com vocês um pouquinho das minhas férias... Não sou fã de praia então, a natureza, a serra e o frio são perfeitos para relaxar e curtir!



O Parque Nacional Aparados da Serra fica à 18 km do centro da cidade de Cambará do Sul. O valor do ingresso é R$10,00 por pessoa, bem simbólico... Até porque, o parque é bem rústico, não possui praça de alimentação ou local para compra de água. Temos que levar tudo! Após entrarmos no parque, são 3km de caminhada para a vista do cânion.
Com esta vista e um chimarrão...perfeito!

Mas o lugar mais lindo está na Serra Catarinense.... Em Urubici, há 30 km do centro da cidade no Morro da Igreja temos uma vista linda da Pedra Furada. O lugar é mágico!



A autorização para a visita no Morro da Igreja e Pedra Furada deve ser retirada no ICMBio (gratuita).


Ainda na cidade de Urubici, vale a pena conhecer o Morro do Campestre localizado em uma propriedade particular e com ingresso simbólico de R$ 5,00. O lugar é lindo, porém, a subidinha é puxada! Hahahah...

 Então, gostaram?

02 fevereiro 2016

Lixo: quem se lixa?

Este material é bem didático, objetivo e com o resumo da 
Política Nacional de Resíduos Sólidos.


 E bom trabalho!

Exposição no Fórum Social Mundial 2016

A exposição "Recicladores de histórias, catadores de sorrisos" participou do Fórum Social Mundial 2016 na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.

 O objetivo da exposição é valorizar o profissional catador apresentando o seu local de trabalho, como a população pode auxiliar na coleta seletiva, que seu resíduos gera renda, traz inclusão social e que eles são trabalhadores dignos e cativantes!


Além da exposição, houve venda de livros, troca de ideias, debate, fotos e a certeza de que a cada exposição, vamos alcançando os objetivos destes produtos...


A exposição é itinerante e gratuita! Interessados em levar estes produtos para sua galeria, secretaria, escola, enfim, espaço, entre em contato!


Fotografias: Pedro Tesch

Educação Ambiental e Coleta Seletiva no Fórum Social Mundial 2016


   O Fórum Social Mundial 2016 proporcionou momentos de discussão, debates, construção de conhecimentos e espaços autogestionários para compartilhar nossas práticas. Um momento muito legal onde Rita de Cássia e eu pudemos falar um pouco sobre a importância da Educação Ambiental para uma Coleta Seletiva eficaz. É essencial que a população tenha o mínimo de conhecimento para uma maior participação e separação correta dos resíduos. Os catadores da Cooperativa de Canoas, a COOPCAMATE, participaram da atividade e falaram das dificuldades encontradas no momento da triagem.

"Os munícipes precisam conhecer o nosso trabalho e compreender que quem está lá na ponta, abrindo as sacolas somos nós, seres humanos, dignos e que merecemos respeito. Nossa profissão é esta, somos trabalhadores" disse Flávio, tesoureiro da cooperativa. 

   A oficina foi muito produtiva com a participação de educadores ambientais, professores e profissionais da saúde de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo, Alegrete e Três de Maio.

Oficina realizada na Assembleia Legislativa de Porto Alegre.